segunda-feira, 26 de março de 2012

Navios.

É raro, ou até inédito, um navio destas dimensões aproximar-se da baía de Buarcos. Para quem gosta de navios - eu e a maior parte dos buarqueiros -, é uma visão fantástica.
A título de informação, o navio da foto (de nome "Navios Pollux") já está nas imediações ( algumas milhas ao largo da praia da Tocha ) há cerca de uma semana, aguardando que o armador lhe arranje frete.
Para se perceber a dimensão deste em relação aos cargueiros normais que escalam o Porto da Figueira, notem o seguinte:
Tem 292 mts de comprimento de fora a fora, o que equivale a 3,5 vezes o comprimento médio dos que nos visitam.
Tem 181.000 toneladas de DWT ( a medida do peso morto que um navio consegue carregar em segurança), ou seja, 40 vezes mais do que o cargueiro normal que a Figueira recebe.
Segundo informações que recolhi, aproximou-se à baía para deixar 2 tripulantes.




P.S. A nossa costa é um corredor marítimo dos mais concorridos a nível mundial. Numa faixa entre os cerca de 60 e 100 kms a oeste do Cabo Mondego, passam centenas de navios por dia, todos os dias. Os maiores navios do mundo passam aqui mesmo à nossa porta, sem que nos apercebamos directamente. Há alguns dias atrás, à noite, vi também pela primeira vez, um navio de cruzeiro a passar bem perto. Para acompanhar o movimento em tempo real, recomendo http://www.marinetraffic.com/ais/pt/default.aspx

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Com e Sem.

Desassoreamento e assoreamento no espaço de 9 meses:


Maio 2011











Janeiro 2012

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Buarcos - 1929

Extraordinário!

http://www.cinemateca.pt/Cinemateca-Digital/Ficha.aspx?obraid=2515&type=Video

Figueira - Anos 30

 Viagem no tempo:

http://www.cinemateca.pt/Cinemateca-Digital/Ficha.aspx?obraid=2311&type=Video

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Destroço.

É vergonhosa a falta de civismo das pessoas, especialmente quando se trata de coisa pública.

Serra,

Parece que há uma praga a dar conta das acácias. O que uns não quiseram ou puderam fazer, fá-lo a natureza.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Antes e depois.

A prever os aumentos no preço da electricidade, a autarquia decidiu reduzir a metade o consumo, muito antes de eles serem aplicados.

Antes:



Depois:

Cartaz turístico?





Na volta, é culpa da nortada. Digo eu.

Associação Buarcos Tem Tradição.

Foi constituída no dia 26/08/2011, a associação que dá pelo nome de "Buarcos Tem Tradição".

No essencial, são as mesmas carolas que tomaram a seu encargo a organização das Festas da Srª da Encarnação. Propõem-se fazer mais, numa terra onde se faz muito pouco. Merecem todo o apoio, e todos os apoios são bem vindos. O meu já têm.
E também destaco o facto assinalável, de todos os orgãos da associação serem integralmente preenchidos por mulheres. Valentes.

Os maiores sucessos à nova associação.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Twins.






Quando ouço este ministro das finanças falar, só me lembro do Peter Sellers no filme "Being there". Que raio!!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Colecta.

Imaginem o efeito daqueles projectores numa capela pintadinha!















Se o "dono" autorizar, eu peço orçamentos aos pintores do burgo, e até faço a colecta do montante necessário.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

A passagem do tempo.

Há 2 anos (8/08/2009) era assim:













Hoje, é assim:





















Não só se mantém o caixote/contentor/aterro, como ainda lhe acrescentaram uma viatura numa rua que supostamente estaria interdita ao trânsito automóvel.

O...agosto!

Faltam-me adjectivos para este mês de agosto. E os poucos de que me lembro, são pouco "publicáveis".

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Permissividade?

Façamos jus à proverbial má-língua dos "buarqueiros":


Quem permite isto?









E porque não tratam disto?





Acho que deve fazer parte das "horas menos felizes" de qualquer executivo autárquico.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Feira Pirata.

Um bom exemplo do que se pode fazer na 5 de Outubro pedonal. E goste-se ou não ( eu gostei, e muito!), é bom ver que Buarcos tem e pode oferecer mais do que areia e mar ( e pelos vistos, muito vento).












Mar de gente!

Venham mais iniciativas.